The Other Side

Tudo nesse mundo há um outro lado. O bem e o mal, a paz e o caos, o ying e o yang. Um segredo que poucas ou algumas pessoas sabem. Você também tem um lado que esconde quem você realmente é.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Menu
De olho na trama
As coisas mudaram... E mudanças nem sempre são coisas ruins, mas algumas podem ser complicadas, bastante complicadas. O mundo tornava-se outro, os antigos mestiços criados pelos demônios e anjos haviam sido exterminados, um grupo radical contra a mestiçagem havia sido responsável por isso. Alguns diziam defender a soberania de cada espécie, bem ou mal, o equilíbrio não podia dar conta de espécies tão poderosas e quase todos os mestiços criados haviam sido mortos. Quase... Victória, a híbrida filha de Kirei e Samantha (Uns dos primeiros personagens do TOS), ainda sobrevivia, mas para que sua vida fosse preservada, agora, ela não mais contaria com a ajuda de Evie Farrier e Kirei, personagens poderosos que sempre atraem atenção pra si, seria por ela mesma. Sozinha no mundo, para própria segurança, Victória irá conhecer um mundo sobrenatural diferente do que estava acostumada... Tritões, Fadas, Elfos... Havia muito mais sobre o mundo do que se imaginava e cada dia virará uma experiência completamente diferente. Com apenas 18 anos de, mas muita coragem, Victória tem de sobreviver às recompensas pela sua cabeça e aos extremistas que precisam eliminar os mestiços. Todavia, a garota não estará só. Os amigos e fiéis a Kirei, Evie e Samantha ainda protegerão a menina, mas isso será o bastante? Em que time você, The Other Side‎, irá jogar? - Um aliado dos primeiros players do TOS? - Um extremista? - Um caçador de recompensas? - Ou talvez queira ser apenas um sujeito normal... Dessa vez, a trama é inteiramente sua.
Banner The Other Side
Parceiros
TOS
TOS
Fórum grátis
TGHRPG
TGHRPG
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 8 em Sab Ago 27, 2016 12:26 pm

Compartilhe | 
 

 O Espelho de Iemanjá ~Missão~

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
O Ceifador

avatar

Mensagens : 8
Data de inscrição : 08/04/2011

MensagemAssunto: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   Sex Fev 03, 2012 3:25 pm

Em um estado do Brasil uma determinada sereia é venerada como a uma deusa, Iemanjá. Esta, mais poderosa do que o normal de sua raça, está em uma fúria descontrolada por um de seus bens mais preciosos ter sumido. O espelho aurora é uma peça única e extremamente rara, dada a ela por um dos primeiros habitantes da América. Desesperada para ter seu espelho de volta, ela envia uma mensagem secreta para todos aqueles que tem conhecimento do outro lado da realidade humana. Estava pondo como recompensa algo poderoso para aquele que descobrisse onde estava seu espelho e trouxesse de volta para ela.


Regras e Orientações

•Missão para os dois primeiros que postar.
•É uma missão dinâmica, ou seja, não é de post único (one-post)
•Não há limites máximos ou mínimos de linhas ou palavras.
•Leve as armas caso queira.
•É uma missão para todas as raças
•O primeiro post deve conter a descoberta da mensagem secreta (que pode ser por meio de uma carta, um sms, um e-mail, etc) e a ida para a Salvador, Bahia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   Sex Fev 03, 2012 8:46 pm



A caça ao tesouro



Brasil um lugar lindo de maravilhas mil que desperta sempre meu interesse. Estava eu sentado em meu escritório recebendo muitas cartas, algumas de velhos parceiros outras de ameaça de morte, mas dessa vez uma me chamou atenção, uma caça ao tesouro, uma Idea maguinifica me chegou em formato de carta com o cheiro do mar, de fato poderia ser interessante ter o espelho em mãos para entregar a sereia. Peguei o primeiro vôo para o Brasil e desembarquei nessa nova aventura com todos os meus equipamentos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   Sex Fev 03, 2012 10:57 pm


Me adaptando


Após atravessar o portal do mundo mágico para a Terra eu me deparei com o meu maior objeto de fascínio, a civilização humana. Diferente dos Atlantes a maioria deles eram morenos escuro, de cabelos negros e enrolados. Eu estava feliz por estar naquele mundo diferente vivendo a maior experiência socióloga da minha vida, mas ainda estava me adaptando à ele.

Embora eu ainda sentia saudade do mundo mágico e de Atlante eu me recusava a voltar pra lá, mesmo que nesse novo mundo eu ainda não tinha um lugar para chamar de lar.

Depois de uns tempos vivendo nas ruas e bebendo muita água do que os humanos chamavam de bebedouro, eu fui levado por um homem de roupa azul num pedaço de metal gigante e barulhento para um lugar chamado abrigo de sem-tetos. O lugar não possuía um dos melhores cheiros que eu já tinha sentindo mas era melhor suportar o cheiro do que dormir nas ruas.

Eu passava a tarde observando o comportamento dos humanos e a noite eu voltava para o abrigo até que numa certa tarde ao chegar no abrigo uma das responsáveis por ele disse que alguém tinha me mandado uma carta e me entregou um pedaço de papel branco.

Peguei a tal carta e me dirigi até o dormitório do abrigo e sentando em uma cama vazia comecei a mexer no pedaço de papel. Minha professora de sociologia havia me falado das cartas, um antigo meio de comunicação dos humanos. Abri ela com cuidado cheio de curiosidade sobre quem havia me endereçado aquela carta e me surpreendi ao ler a mesma.

Era a carta de uma sereia, pedindo um favor, ela queria que eu achasse um espelho seu que estava perdido. Minha professora já havia dito diversas vezes que outros da nossa raça também viviam no mundo dos humanos, mas eu não tinha tido contato com nenhum tritão ou sereia desde que chegara a esse mundo, pelos não até agora. Resolvi responder o chamado da minha semelhante, peguei meu bastão e perguntei para a mulher da recepção quem havia mandado a carta.

- Deve estar escrito no verso... - ela disse pra mim e ao ver meu olhar de confuso tomou a carta das minhas mãos - Está aqui " Salvador, Bahia".

- Como eu faço para chegar nesse lugar? - Perguntei a ela e a mesma revirou os olhos.

- Nós já estamos em Salvador, na Bahia! - Ela disse lentamente como se falasse com uma criança.

Sorri para a mulher e agradeci a mesma e em seguida parti do abrigo de sem-tetos com meu cajado. Eu não sabia bem para onde eu iria, só sabia que eu iria.


Citação :
Armas levadas:
~ Bastão Comum
Voltar ao Topo Ir em baixo
O Ceifador

avatar

Mensagens : 8
Data de inscrição : 08/04/2011

MensagemAssunto: Re: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   Sab Fev 04, 2012 12:36 pm

Na Bahia, os jovens predispostos a ajudar haviam chegado de formas diferentes. A sereia observava a tudo dentro do mar, olhando para um de seus outros espelhos que mostrava qualquer lugar que quisesse no mundo. Um mutante e um tritão, uma combinação que ela acreditava dar certo. A fim de que estes se encontrassem com ela, a sereia começou a cantar uma música que só seria escutada por eles e que se seguissem o som iriam direto para a Barra, um dos pontos turísticos de Salvador. A Sereia estaria esperando por eles sentada sobre uma pedra, em sua forma humana usando apenas um manto branco de tecido fino.


Imagem da Barra
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   Dom Fev 05, 2012 12:39 pm

O Inicio Da Caça - Brasil





O vôo foi bem tranquilo, era a primeira vez que eu estava indo ao pais do futebol,desembarquei em salvador e adimirei a paisagem.Fui caminhando até mais ou menos o local quando eu ouvi uma doce musica vindo de um determinado ponto,segui até chegar uma linda sereia que se cobrira de um manto branco e fino,de fato sua beleza fisica era adimiravel. Logo vi outro ser chegando, com meu jeito serio apenas fiz um gesto para ele com a cabeça como forma de cumprimento, cheguei pero da sereia ajoelhei e beijei suas mãos de forma respeitosa.

-senhorita, e uma Honra ajudar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   Dom Fev 05, 2012 5:57 pm


Uma música, um farol e uma semelhante



Até o momento eu caminhava sem rumo pelas ruas de Salvador observando as pessoas ao meu redor com atenção. Não fazer ideia de onde ela estava ou de como a sereia era só dificultava a minha busca pela minha semelhante. Foi quando de repente eu ouvi uma voz melodiosa e encantadora vindo de uma rua a minha direita.

Aquele timbre harmonioso não me deixou dúvidas de que pertencia a um ser do mar. Comecei a caminhar na direção da rua a minha direita. O canto parecia vir de um lugar específico, não mudava de lugar, me permitindo deduzir que a serei estava parada.

Andei apressadamente em direção ao som, como se temesse deixar de ouvi-lo. Os humanos que passavam por mim pareciam não se importar com a voz, como se não a ouvissem. "Ela realmente deve possuir um poder invejável" Pensei comigo distraído enquanto continuava a seguir a origem do som.

Depois perseguindo o som eu cheguei num local mais movimentado e cheio de humanos. A iluminação era forte e eu pude ver grande paredes de pedras com um... "Aquilo é um farol?!" Perguntei a mim mesmo maravilhado.

Eu já tinha ouvido falar deles, uma grande torre com libera do seu topo uma luz forte sobre o mar. A cada segundo a minha experiência socióloga ficava melhor, era a primeira vez que eu via aquele objeto que tanto me intrigava durante os meus estudos.Foi quando o som da voz da minha semelhante me lembrou que eu estava ali por uma razão.

Voltei a caminhar em direção ao som começando a me perguntar se ela estaria dentro da água. O cheiro do mar era convidativo fazendo crescer o desejo de entrar dentro dele, mas eu segurei o meu desejo com meu cajado em mãos avistei uma mulher sentada numa pedra com um manto branco. Eu não via muitos humanos vestidos daquela forma e o som da melodia da sereia estava próximo.

Caminhei até a mulher controlando meu desejo de voltar para o meu ambiente natural e ao me aproximar mais um pouco percebi que aquela mulher era mesmo quem eu procurava pois eu era visível que o som que eu ouvia era o seu canto.

Um homem de aproximadamente a mesma idade que a minha idade chegou perto da sereia e ao me ver fez um gesto com a mão como forma de comprimento e beijou a mão da minha semelhante. "Eu não devo ter sido o único que recebi a carta" pensei comigo.

Assim que o homem se desaproximou dela eu, sem saber o que fazer, repeti o gesto dele beijando a mão da minha semelhante.

- Sou Orion, Orion Daymond! - Me apresentei à ela e em seguida cumprimentei o homem com um aperto de mão e voltei minha atenção para a sereia a nossa frente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
O Ceifador

avatar

Mensagens : 8
Data de inscrição : 08/04/2011

MensagemAssunto: Re: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   Ter Fev 07, 2012 2:35 pm

A sereia ao ter os seus dois eleitos a sua frente sorriu de lado de modo divertido, seus olhos curiosos passaram de um para o outro os analisando em todos os quesitos. Um deles era de sua raça, o que seria uma vantagem já que tinha as suas suspeitas.

-Agradeço a vós por estarem atendendo a um pedido. Peço que me ajudem a encontrar um objeto de valor meu, mas saibam que se tentarem roubar-me terão seres atrás de vós com pedido a prêmio por suas cabeças - a sereia proclamou com uma falsa gentileza, nada alterava o seu tom de voz melódico - Preciso que vão até Pancada Grande, uma cachoeira onde está agora minha detestável melhor amiga, Yara. Ela é uma sereia de água doce e está passando a época aqui, na Bahia e sei que ela está com meu espelho pois ela o cobiça desde que o viu pela primeira vez. Se partirem agora pegando o primeiro ônibus que encontrarem tenho certeza que chegaram lá.

Como a sereia avisou, um ônibus diferente dos outros que circulavam pela cidade parou no ponto mais próximo, deixando a decisão dos dois a ser feita de forma rápida, ou perderiam a oportunidade de ir atrás da verdadeira caçada.

Ao pegarem o ônibus, a viagem duraria cerca de duas horas e meia, onde os parceiros inusitados poderiam conversar ou ficarem quietos, mas assim que chegarem na cidadezinha perto da cachoeira, encontrariam os moradores um tanto assustados e observadores. Algo havia acontecido ali e talvez, apenas talvez, tivesse relação com o espelho e a amiga sereiana invejosa. O caminho para a cachoeira estava na saída da cidade, perto desta havia um bar com um bom número de homens bebendo cerveja e jogando dominó.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   Qui Fev 09, 2012 12:35 pm

O vilarejo


Sempre fui um Homem de poucas palavras, o tal Orion veio me cumprimentar e eu educadamente apertei sua mão mas não falei meu nome, seria falta de educação interromper a sereia. Ouvi sobre a missão, quem diria que a yara e essa outra seriam tão rivais assim, mulheres nunca irei entender. Assim que fiquei sabendo do vilarejo fiquei desconfortavel, senti que eles iriam nos atrapalhar... Ou ajudar mas, como eu não tenho sorte...

Assim que nós saimos fomos em direção ao meio de trasporte que nos foi indicado, entrei e como de costume fiquei na janela. depois de um tempo calado falei.

-Meu nome e Konagor Orion... Prazer. Olha por não saber oque o espelho faz, aconselho não olhar para ele e não subestimar a yara. Poderemos ir a algum bar ou vendinha ou do vilarejo e procurar mais informações.

Depois disso fiquei calado o resto da viajem até Nos chegarmos no pequeno vilarejo que por sinal havia acontecido algo la, as pessoas estavam assustadas, suas feições estranhas, fiz sinal para que Orion fosse junto comigo falar com o Homem que bebia cerveja e catuquei meu parceiro de missão para falar algo com ele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   Qui Fev 09, 2012 10:51 pm


Males do mundo humano: Dificuldade em achar água




Minha semelhante contou suas suspeitas e nos instruiu a seguir para um lugar chamado Pancada Grande da qual nos chegaríamos até lá através de um "ônibus", o nome dado ao gigante e veloz pedaço de metal da qual os humanos usavam para chegar mais rápido em seus destinos. Eu nunca tinha usado um, mas como tinha uma primeira vez pra tudo não me importei com esse detalhe.

Assim que nos despedimos da minha semelhante eu e o estranho fomos para o "ponto de ônibus", que eram os únicos lugares onde os pedaços de metais gigantes paravam e deixavam os humanos entrar. Não demorou quase nada para um ônibus, diferente dos outros que eu costumava ver andando nas ruas da cidade, parar na minha frente e na frente do estranho e abrir suas portas sozinho num passe de magica.

O estranho entrou no ônibus na minha frente e eu o segui observando o lugar cuidadosamente. Me sentei ao seu lado numa poltrona não muito confortável e segundos depois eu senti o pedaço de metal entrar em movimento.

Não demorou para mim me acostumar a estar ali dentro, embora o calor dentro do ônibus era um pouco insuportável. "E lá vou eu me encontrar com outra semelhante"pensei comigo sorrindo. Depois de tanto estudar os humanos eu já começava a sentir falta da minha cauda e das minhas guelras, de respirar o ar presente nas águas puras de Atlante.

- Eu preciso de água! - Falei para o estranho só então me dando conta de quanta sede eu sentia.

Infelizmente o ônibus não possuía aquela máquina de água maravilhosa, o tal "bebedouro". Eu suava muito e a cada segundo meu corpo implorava com mais força e vigor por água. Eu sabia que se eu ficasse cinco horas sem beber daquele líquido eu iria desidratar e para o meu azar aquela viajem parecia não ter fim.

- Meu nome e Konagor Orion... Prazer. Olha por não saber oque o espelho faz, aconselho não olhar para ele e não subestimar a Yara. Poderemos ir a algum bar ou vendinha do vilarejo e procurar mais informações. - Orion se pronunciou.

Se eu não estivesse tão carente por aquele elemento básico eu até poderia ficar surpreso com a curiosidade do sobrenome dele ser o mesmo que o meu primeiro nome mas o desejo por água me limitou a não dizer nada e apenas sorrir com o fato dele não ser mais um estranho.

Quando a viajem terminou eu perguntei para o motorista do ônibus onde ficava a cachoeira mais próxima e ele deu a informação "por cima". Desci do ônibus as pressas, me deparando com um pequeno vilarejo, olhei para a cidadezinha que agora eu me encontrava até que avistei um pequeno supermercado.

Fiz sinal para Konagor avisando que iria entrar no mesmo e ao entrar dentro do estabelecimento, abri uma geladeira e peguei uma garrafa de água e em seguida paguei pela mesma no caixa, ritual que eu já havia aprendido nos meus primeiros dias naquele mundo. Abri a garrafa de água assim que saí do supermercado e comecei a beber a água mais que imediatamente. Assim que terminei de beber senti como se estivesse revigorado de novo e com essa preocupação a menos sobre o meu ombro eu consegui reparar na aparência dos outros.

O humanos daquela região possuíam olhos cheio de preocupação e pareciam estar observando eu e Konagor. Assim como eu fazia quando saía do abrigo de sem tetos para observar a raça humana.

Ignorei o fato dos humanos dali serem observadores e parecerem tão preocupados e segui para o meu destino indo em direção a cachoeira que se encontrava perto da saída da cidade.

Chegando a saída daquela cidade nós avistamos um estabelecimento que se encontrava vários humanos bebendo aquele líquido amarelado e fedido. Meu companheiro então resolveu ir de encontro aos homens e fez sinal para que eu fosse junto com ele. Assim que nos aproximamos de um dos homens meu companheiro me catucou, como se quisesse que eu falasse algo com o estranho.

- Olá meu senhor, você poderia nos dar uma ajuda? - Perguntei para o homem a nossa frente - Eu e o meu amigo estamos de visita e queríamos saber onde fica uma cachoeira aqui perto?
Voltar ao Topo Ir em baixo
O Ceifador

avatar

Mensagens : 8
Data de inscrição : 08/04/2011

MensagemAssunto: Re: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   Sex Fev 10, 2012 6:03 pm

Orion aproximou-se do bar e com um sucesso repentino conseguiu a atenção de todos para si... Porque todos o estavam olhando de forma estranha. Confusos, presunçosos, temerosos. Um homem levantou ao vê-lo, era alto, barrigudo mas forte e com um bigode espesso. Cruzou os braços e olhou o jovem tritão como se pudesse fazê-lo apenas fazendo cara feia.

-A cachoeira fica mais a frente, gringo, mas eu não iria até lá se fosse você, as águas estão perigosas e coisas estranhas estão acontecendo. Fique de aviso dado - o homem falou rude e depois riu, voltando a falar normalmente - Não se assuste cumpade, a gente não é raça que morde. Mas o que eu falei é sério, dizem que tem uma mulher louca lá, alguns dizem que é sereia mas não pense bobagens.

Depois voltou ao seu lugar e ao sentar, todos voltaram a fazer o que estavam fazendo, jogando dominó, bebendo a cerveja, rindo alto de qualquer bobagem. Ao que parecia, restava apenas a saída de ir mesmo à cachoeira. A caminhada não levava mais que 15 minutos e ao chegarem lá, encontrariam uma bela garota sentada no meio de uma rocha no rio, perto da queda da cachoeira. Ela cantava para si mesma, não afetando aos garotos portanto. A sereia penteava seus longos cabelos negros de forma distraída. Como deveriam abordá-la?



Pancada Grande
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   Sab Fev 11, 2012 3:59 pm

Aqueles caras do bar já estavam me dando nos nervos, mesmo assim levei em consideração tudo oque eles disseram e puxei de modo nada gentil meu novo companheiro de missão. Ao chegar ainda de longe dava para ver e ouvir um doce som vindo da Yara, doce como mel mas amargo como fel. então de imediato peguei minha Blusa e rasguei em 2 medios pedaços e coloquei no ouvido e apertei bem forte para que não pudesse ouvir nada. fiz sinal com as mãos para afirmar que ele era para conversar e destrai-la enquanto eu iria por traz pega-la espero realmente que ele tenha intendido.

Fui andando sorrateiramente e de ia volta ficando para frente das costas de Yara, esperei o tritão ir falar com a sereia e me aproximei muito pouco, estava esperando uma oportunidade para pegar o espelho na marra... era só ela levantas as mãos com o espelho e eu daria um jeito... Minha corrente poderia ser util.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   Dom Fev 12, 2012 12:51 pm


A dona de uma beleza rara



- Sereia... - Murmurei baixo ao ouvir as palavras do homem.

Kongagor então me puxou de uma maneira nada gentil para seguirmos em frente para a cachoeira. Era reconfortante saber que estávamos no caminho então segui numa caminhada em direção a saída da cidade sem hesitar.

A caminho da cachoeira comecei a refletir sobre o rumo que a minha vida seguia, já era a hora de eu ir mais a fundo na minha pesquisa socióloga. Não adiantava eu ficar observando somente os humanos nas ruas ou os humanos da região que ficava o abrigo para sem tetos. Assim que eu terminasse aquela busca pelo espelho roubado eu iria procurar um emprego, me mudar para outra região. Me passar por um humano de verdade para melhor observar essa raça e para entender seu comportamento.

Depois de um pouco de caminhada senti o cheiro de água doce correndo e pude ouvir uma voz doce e melódica, digna de uma sereia, vir de não de muito longe. Olhei para Konagor sorrindo e arqueei as sobrancelhas feliz.

Dei mais alguns passos e até que avistei uma garota de costas sentada no meio de uma rocha no rio, perto da queda da cachoeira. Ela cantava para si mesma com um tom de voz belíssimo enquanto penteava de forma graciosa seus cabelos. De fato ela deveria ser uma das semelhantes mais bonita que eu já tinha visto até então.

Meu companheiro então rasgou uma parte da sua blusa e tampou sua orelha com o tecido e em seguida me fez sinal para mim ir até ela. "O que ele quer que eu faça? Que eu à distraia? Pra ele fazer o que? Será que ele sabe onde esta o espelho?" perguntei a mim mesmo mentalmente, só tendo certeza do que fazer quando Konagor começou a caminhar sorrateiramente para trás da minha semelhante.

Mesmo não entendo o plano ou gostando muito da ideia de enganar a sereia eu tomei um caminho diferente de Konagor indo em direção à ela pela sua frente. Eu não queria ter minhas pernas transformadas em caudas e por isso fui até ela saltando por cima das pedras presentes em frente a cachoeira até ficar a sua frente.

- Er.. Olá! Você é a famosa Yara, não?!- Disse à ela meio sem jeito com meu sorriso mais simpático fitando com um pouco de fascínio seu belo rosto, ela era ainda mais bela de frente - Meu nome é Orion, Orion Daymond. - Disse a ela estendo minha mão para cumprimentá-la num gesto humano que eu havia adotado com a convivência com essa raça - Eu sou um Atlante e acabei de chegar do mundo mágico, vim para fazer uma pesquisa socióloga quando recebi um pedido de ajuda de outra semelhante. - Eu disse à ela gesticulando um pouco demais como eu, inevitavelmente, sempre fazia perante semelhantes donas de tamanha beleza como ela, eu não pretendia mentir sobre meu objetivo ali, ao meu ver isso de nada iria adiantar se ela percebesse que eu mentia, talvez com muita sorte ela revelasse onde o espelho estava apenas com dialogo - Se você é quem eu procuro já deve imaginar do que se trata, não?! Eu vim atrás do espelho, queria negociar por ele.

Otimismo, sinceridade e franqueza. Três defeitos ou três qualidades, dependendo do ponto de vista de quem vê, que eu possuo em excesso. Eu já tinha me ferrado muito por causa desses três traços da minha personalidade mas infelizmente eu não conseguia suprimir eles, agora eu tinha abrido o jogo só me restava esperar por uma boa resposta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Espelho de Iemanjá ~Missão~   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Espelho de Iemanjá ~Missão~
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Missão Pyetro - Fantasma
» Missão de Alexia
» Bingo Book Missões
» ORAÇÃO PARA A RAINHA IEMANJÁ - p/ trazer amado!
» Oração IEMANJÁ!!!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
The Other Side :: América :: Brasil-
Ir para: