The Other Side

Tudo nesse mundo há um outro lado. O bem e o mal, a paz e o caos, o ying e o yang. Um segredo que poucas ou algumas pessoas sabem. Você também tem um lado que esconde quem você realmente é.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Menu
De olho na trama
As coisas mudaram... E mudanças nem sempre são coisas ruins, mas algumas podem ser complicadas, bastante complicadas. O mundo tornava-se outro, os antigos mestiços criados pelos demônios e anjos haviam sido exterminados, um grupo radical contra a mestiçagem havia sido responsável por isso. Alguns diziam defender a soberania de cada espécie, bem ou mal, o equilíbrio não podia dar conta de espécies tão poderosas e quase todos os mestiços criados haviam sido mortos. Quase... Victória, a híbrida filha de Kirei e Samantha (Uns dos primeiros personagens do TOS), ainda sobrevivia, mas para que sua vida fosse preservada, agora, ela não mais contaria com a ajuda de Evie Farrier e Kirei, personagens poderosos que sempre atraem atenção pra si, seria por ela mesma. Sozinha no mundo, para própria segurança, Victória irá conhecer um mundo sobrenatural diferente do que estava acostumada... Tritões, Fadas, Elfos... Havia muito mais sobre o mundo do que se imaginava e cada dia virará uma experiência completamente diferente. Com apenas 18 anos de, mas muita coragem, Victória tem de sobreviver às recompensas pela sua cabeça e aos extremistas que precisam eliminar os mestiços. Todavia, a garota não estará só. Os amigos e fiéis a Kirei, Evie e Samantha ainda protegerão a menina, mas isso será o bastante? Em que time você, The Other Side‎, irá jogar? - Um aliado dos primeiros players do TOS? - Um extremista? - Um caçador de recompensas? - Ou talvez queira ser apenas um sujeito normal... Dessa vez, a trama é inteiramente sua.
Banner The Other Side
Parceiros
TOS
TOS
Fórum grátis
TGHRPG
TGHRPG
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 8 em Sab Ago 27, 2016 12:26 pm

Compartilhe | 
 

 Missão Hunter

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Missão Hunter   Ter Fev 21, 2012 10:01 pm

Provins. Uma cidadezinha medieval. Turistas. Casinhas de pedra. Igrejinha. Pracinha. Estava entardecendo. Caligari já havia visto isso antes... em algum lugar da sua tenra memória. Isso lhe lembrava um pouco a infância em que andava livremente pela Romênia como sobrinho do rei. Tudo era calmo... ou pelo menos aparentava. Todos temiam sua família. Mas os tempos de feudalismo já haviam passado e hoje ele era apenas um estranho na confusão. Fora a vestimenta levemente estranha, ele poderia fazer parte desse todo. Mas Caligari não queria: sua tarefa em Provins era outra. Achar Jewi, bruxo servo de sua família... e uma das poucas testemunhas das atrocidades que os mesmos cometeram. Havia certa intimidade, amizade, entre os dois. Mas era preciso acabar com isso, os Vlad Tepes estavam mortos, totalmente mortos. Definitivamente mortos. Absolutamente mortos. E ninguém, além do ancião, sabia do contrário.
Boatos vindos de seus primos, apontavam que estava ali. E era o dever de Caligari eliminá-lo.
Olhou a redor e nada parecia indicar. Seres humanos caminhavam livremente com a maior tranquilidade que aquele centro lhes proporcionava.
Andar naqueles paralelepípedos de salto alto era um tanto quanto complicado.

Equilibrando-se na pedra bamba, Caligari tinha que achar um meio de identificar onde estava o felizardo. Jewi era branco, cabelos ruivos, sardas nos braços e um pequeno esfoliamento nas mãos e no pescoço. Figura notável.
Em um bar um pouco distante dali uma criança cortara-se com uma faca. Pais irresponsáveis... quanto desmalezo. Quando mal percebeu, o vampiro estava de pé na mesa da família, com os olhos vidrados no dedo da menina. O pai dela o empurrou... foi quando caiu em si.
Foco. Era o que precisava. Não de sangue... o tal sangue circulava entre as veias e ele facilmente se distraia. Distração estava fora, ele tinha que pensar.
Jewi não trabalharia de garçom, pois já estava velho. Naquela cidadezinha, as únicas alternativas que lhe restaram era alguma livraria ou alguma lojinha. Entrou em algumas casinhas de artesanato e lembrancinhas... mas nada. Foi quando viu uma escada ingríme que descia para uma espécie de porão e na frente desta construção estava escrito "Librarie Medieval". A cara do bruxo. Desceu a escada e lá estava ele. De início não identificara Caligari, ou pelo menos fingira não percebê-lo. O estranho vampiro manejou levemente "Drácula, de Bram Stoker" para não quebrar-lhe as unhas e colocou no balcão, com um estranho sorriso. Seus longos dentes se mostraram, o que causou um arrepio em Jewi. Com os olhos arregalados, deixou a livraria por responsabilidade de seu ajudante, provavelmente seu filho devido às semelhantes aparências físicas. Correndo como uma mula-manca, tentava dispersar Caligari nas pequenas ruas de Provins... mas não havia solução: ele se distinguia de todos.
'Toc toc toc tac toc toc tac toc toc toc tac tac tac', os saltos que seguiam as sapatilhas de pano freneticamente emitiam os sons naquela rua. Jewi já alcançava a porta da antiga fortaleza. Era preciso descer do salto... e correr atrás do velho. Pa-ra al-can-ça-lo. 'Tac-tac' 'Tac-tac-Toc-Tac-Toc' deixados para trás.

Na torre de entrada, os dois se encontraram. Jewi sabia o que Caligari tinha que fazer: matá-lo. Um dos dois iria sair vivo. Conjurando uma espada de um guerreiro de ferro que adornava a fortaleza, Jewi avançou para o vampiro. Que não tinha nada para lhe proteger. Que tentou persuadi-lo.

-Acalme-se Jeweeee, o que você acha que vim fazer aquê? Te matarra-rá-rá-rá
-Obviamente, senhora - disse o velho, debochando.
-Olhe os modos, mais respeito comigo. Te acolhemos durantetotos aqueles anos...
-Até me darem um pé na bunda
-Nossa família estava falhida, ententa porrfavor.
-Jamais, eu necessitava de uma moradia, e fui direto para a ruela... depois dos enormes favores que prestei a vocês...
-Me poupe dessa discussão. Vamos direto ao assunto. É... eu vim te matarr - não adiantava conversar.

Avançando com a espada que reluzia o brilho da noite, o desajeitado ancião feriu o braço de Caligari, que o empurrrou, gritando. Por pouco Jewi não caira da torre. Era necessário mais força para derrubá-lo. E tentou-lhe um soco. Fracasso. Com um escudo mágico, barrou parte da força que o vampiro investira. O mesmo não sabia o que fazer... ele nunca soube o que fazer numa hora dessas. Viu seu braço sangrando, seu sangue azul escorrendo pela pele alva. Era isso. Sangue.
O bruxo conjurou outra espada e partiu com as duas para cima do vampiro. Caligari as segurou com força - interceptando o ataque - , cortavam sua mão... ele estava perdendo sangue. Mas era preciso. Elas escorregavam pela mão de Jewi e esfolavam-nas. O monstruoso vampiro riu, aquela situação se tornava ridícula. O que era mais patético que um vampiro da dinastia dos Vlad Tepes tendo dificuldade para derrotar seu ex-servo? Com certeza seus primos fariam melhor. Porém era ele que estava ali. E sua tarefa precisava ser comprida.
Então Caligari soltou as espadas, sua mão rasgada. Ele se sentia fraco, muito fraco. Cambaleava na torre. Estava tonto, muito tonto. Fraquejava. Sua visão estava embaçada, muito embaçada. Inutilmente tentou agarrar Jewi pela cintura que virou um gato, e andava tranquilamente na beirada de pedra da torre. Aproveitando a oportunidade, pegou uma das espadas que estavam caídas no chão... ele faria o bruxo virar "humano" novamente.
Tentando pegar o animal pelas mãos, conseguiu apenas agarrar o rabo do gato. Que se contorcia miando loucamente. Com a outra mão, tentou acerta-lo. E conseguiu. Um pequeno corte na pata foi suficiente para sangrar e Caligari agarrar o animal e sugá-lo todo seu sangue.
Agonizante, pouco a pouco, Jewi assumia sua forma natural nos braços do vampiro travesti. Um humano anêmico: já não lhe restava sangue - nem vida.


Von Tepes se sentia mais vivo do que nunca. O nome de sua família não seria citado nunca mais entre o sub-mundo. O corpo de Jewi fora jogado no lago e daqui há algumas semanas o achariam, com a causa mortis misteriosa. A figura andrógina nunca mais aparecera pela cidade, e ninguém nunca tinha ouvido falar em tal criatura. Apenas seus saltos que ficavam para trás... era preciso comprar um Loboutin.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Missão Hunter   Qua Fev 22, 2012 1:08 pm

Missão avaliada

60exp
-4 pontos de ação
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Missão Hunter
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Light of Underwolrd - Missão Hunter - Interna
» Missão de Alexia
» Bingo Book Missões
» Missão de rank C - Aula de Ninjutsu!
» Missão 3: A procura de Ivo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
The Other Side :: Europa :: França-
Ir para: